Poros Dilatados

O que são Poros Dilatados?

Os poros dilatados são um problema principalmente para quem tem pele oleosa. A dilatação dos poros também é mais frequente no verão, devido ao suor (que sai através dos poros) e também pelo aumento da oleosidade da pele causado pelo calor.

Os poros se dilatam devido ao aumento das glândulas sebáceas e da secreção de sebo. Os poros são basicamente pontos na pele de onde saem a secreção sebácea e os pelos. A glândula sebácea e o pelo dividem o mesmo poro, mas há uma regra: quanto maior o pelo, menor é a glândula sebácea. Por isso, em áreas sebáceas com muitos poros, como a zona “T” (boca, nariz e olhos), e sem os pelos, a secreção tende a ser maior.

A mistura de sebo com células mortas que saem pelos poros protege a pele de bactérias, vírus, além de vento e chuva. Algumas vezes, entretanto, quando o poro está obstruído e o sebo com células mortas tenta sair e não consegue, resulta em acne (dilatação e inflamação do poro).

Qual a causa dos Poros Dilatados?

  • Pele oleosa: As pessoas que têm naturalmente pele oleosa tendem a ter poros dilatados. Isso ocorre porque o óleo e as células mortas que se depositam ao redor dos poros fazem com que essa pele ao redor dos orifícios dos poros fique inchada, fazendo com que os poros pareçam maiores do que realmente são.
  • Idade: Conforme envelhecemos, a nossa pele perde sua elasticidade, o que faz com que os poros fiquem mais evidentes. A exposição ao sol, naturalmente acumulada com a idade, também afeta o aspecto dos poros.
  • Hereditariedade:  A predisposição genética também pode ser um fator para o aparecimento de poros dilatados. Caso um de seus pais apresente poros dilatados, você também pode herdar a mesma característica.

Quais os tratamentos para Poros Dilatados?

  • Peeling Químico de Ácido Retinoico

O tratamento de poros dilatados com peeling químico tem ótimos resultados, assim como a microdermoabrasão. Pode-se utilizar o ácido retinoico a 5%, em uma sessão semanal, de quatro a seis sessões para um tratamento completo.

  • Luz pulsada

A luz intensa pulsada reduz as glândulas sebáceas e o diâmetro do poro. Mas atenção: como a pele fica mais sensível, é preciso aplicar protetor solar e evitar o sol nos primeiros dez dias após o tratamento. Do contrário, os poros voltam a ficar abertos. A aplicação de luz pulsada pode ser feita uma vez por mês e tem resultados gradativos, ou seja, repetindo o tratamento com frequência, os poros tendem a permanecer menores. Em casos mais acentuados, em que há associação com cicatrizes de acne, o ideal é tratar com o laser de CO2 fracionado, que penetra nas camadas mais profundas da pele e acelera a renovação celular e a recuperação das áreas marcadas pela acne.

Fonte: Site SBD

Pin It on Pinterest